Notícias

  • Abertura de nova loja Xiraplas em Vila Franca de Xira

    A Xiraplas já abriu a sua nova loja na Rua Serpa Pinto 95, em Vila Franca de Xira. A proprietária, Ninoska Louro, explica que o novo espaço é essencial para a diversificação e crescimento do negócio, da Xiraplas, cuja loja mãe comemora este ano o seu 20º aniversário. “Estamos vocacionados para a venda e retalho de materiais compósitos (fibra de vidro, resinas, gel-coats) sob a forma de kits ou avulso, bem como acessórios de fabrico e componentes essenciais para apoio à fabricação ou reparação de peças em fibra de vidro”, relembra.

  • Facebook: Aderimos à rede social

    Queremos que acompanhe de mais perto todo o potencial da nossa empresa! Aderimos à rede social Facebook com os objectivos de prestar um melhor serviço, esclarecer todas as dúvidas e fornecer as informações necessárias a actuais e potenciais contactos. Faça parte desta grande mudança com a Xiraplás.

  • Xiraplás com Nova Imagem Corporativa

    A Xiraplás decidiu reformular toda a sua organização, apostando numa nova imagem. Uma Imagem que capta a nossa verdadeira essência, uma marca dinâmica, leve, moderna e com toda a qualidade e rigor que nos é característica. A nossa nova marca XPL estará presente nos nossos produtos, como marco de qualidade e garantia. Sendo promessa de símbolo de reconhecimento no mundo inteiro. O nosso novo site, que brevemente estará incorporado com as Redes Sociais, vem colmatar as necessidades de procura dos nossos clientes. As alterações e funcionalidades efectuadas foram pensadas e idealizadas para a Xiraplás estar mais próxima dos seus Colaboradores, Fornecedores, Clientes e Amigos. Bons Negócios.

  • Fibra de Vidro

    A expressão fibra de vidro pode tanto referir-se à própria fibra como ao material compósito polímero reforçado com fibra de vidro (PRFV), que é popularmente conhecido pelo mesmo nome. É um material composto da aglomeração de finíssimos filamentos de vidro, que não são rígidos, altamente flexíveis. Quando adicionado à resina poliéster (ou outro tipo de resina), transforma-se em um composto popularmente conhecido como fibra de vidro, mas na verdade o nome correto é PRFV, ou seja, "Polímero Reforçado com Fibra de Vidro". O PRFV tem alta resistência à tracção, flexão e impacto, sendo muito empregados em aplicações estruturais. É leve e não conduz corrente eléctrica, sendo utilizado também como isolante estrutural. Permite ampla flexibilidade de projecto, possibilitando a moldagem de peças complexas, grandes ou pequenas, sem emendas e com grande valor funcional e estético. Não enferruja e tem excepcional resistência a ambientes altamente agressivos aos materiais convencionais. A resistência química do Fiberglass é determinada pela resina e construção do laminado. Pode ser produzido em moldes simples e baratos, viabilizando a comercialização de peças grandes e complexas, com baixos volumes de produção. Mudanças de projecto são facilmente realizadas nos moldes de produção, dispensando a construção de moldes novos. Os custos de manutenção são baixos devido à alta inércia química e resistência às intempéries, inerente ao material.